Lei única para proteção de dados é projeto quase impossível

Loading...
Lei única para proteção de dados é projeto quase impossível
Confiabilidade, integridade e disponibilidade dos dados devem estar no topo das preocupações das empresas, na visão de Kirstjen Nielsen, presidente do conselho da agenda global do Fórum Econômico Mundial em risco e resiliência, que falou ao portal Convergência Digital, durante o WCIT 2016, congresso internacional de Tecnologia da Informação que ocorre em Brasília nesta semana.  

“Estamos vendo que os hackers estão entrando em sistemas e bloqueando o acesso à informação ou, em casos extremos, mudando os dados”, ressaltou na entrevista em vídeo. Nielsen também ressaltou que digitalização e internet das coisas colocam em risco não apenas uma empresa.

“O risco de um agora significa de todos”, enfatizou. “Precisamos fazer parcerias para entender os riscos e gerenciá-los. Estamos em um estágio que se preparar individualmente vamos falhar coletivamente.”

Na entrevista, a presidente do conselho da agenda global do Fórum Econômico Mundial, contudo, disse que não acredita em uma lei única de proteção de dados, mas em melhores práticas para mitigar os riscos. Assistam.

RRelated Posts

CComments